Whindersson Nunes e Felipe Neto se mobilizam para fazer oxigênio chegar a Manaus

Whindersson Nunes e Felipe Neto se mobilizam para fazer oxigênio chegar a Manaus

Após se mobilizarem para conseguir doações para a compra de oxigênio para as unidades de saúde que atendem pacientes com Covid-19 em Manaus, os famosos agora estão tentando fazer o material chegar até a capital do Amazonas. Whindersson Nunes, 26, e Felipe Neto, 32, são dois dos que estão envolvidos na força-tarefa.

Whindersson, que conseguiu doações de Luan Santana, Luciano Huck e Sabrina Sato, entre outros, disse que três aviões com equipamentos hospitalares e ventiladores pulmonares estavam sendo mobilizados.

“Galera, meu irmão Marcos, que mora em Manaus, vai cuidar de distribuir nos hospitais pequenos e nos interiores que também estão precisando”, disse. “Ele está em contato com a galera das doações lá! Jorge e Mateus e Alok entraram pesado na doação, vai acontecer.”

O humorista tem encontrado dificuldade no transporte dos cilindros de oxigênio, mas disse estar fazendo o que pode para ajudar. “Quando a merda já está feita, o foco tem que ser em reduzir danos”, avaliou. “Vamos atrás de mais aparelhos ventiladores pulmonares individuais, mesmo que seja individual, uma vida é uma vida, né?”

Em outra frente, Felipe Neto conseguiu o apoio de Bruno Gagliasso, Thelma Assis, Fabiula Nascimento e Otaviano Costa, entre outros. Ele disse ainda que a cantora Maria Gadu está ajudando com a parte logística. 

Em sua rede social, o ator Bruno Gagliasso publicou um video onde cilindros de oxigênio devem partir para o Amazonas. “Primeira carga de oxigênio partindo para o Amazonas! Obrigado aos incríveis”, escreveu o ator.

“Acabei de efetuar a compra de mais 15 cilindros de 50 litros que sairão para Manaus ainda hoje, graças ao esforço surreal da Maria Gadu e sua equipe”, comentou Felipe Neto. “O trabalho nos bastidores está uma das coisas mais lindas que já presenciei.”

Ele também disse que fazer o transporte do material tem sido mais complicado do que efetuar a compra. “É muito difícil”, afirmou. “Mobilização gigante. O avião só consegue levar 50.”